Laila Abdul-Hadi Jadallah convida-nos para uma imersão na majestosa paisagem do Mundo Árabe. Os cinco lenços de linho impressos com as fotografias destas paisagens constituem o material perfeito para que as diferentes formas, cores e texturas sejam percebidas. As imagens multi-expostas expressam a necessidade de alcançar o próprio tempo, passado e futuro, no presente da memória de um território e de um povo, bem como o seu sempre-outro horizonte.

«As paisagens moventes representam as mudanças dinâmicas que têm vindo a ocorrer no território do Médio Oriente física e culturalmente durante décadas e que continuarão a ocorrer. Uma procura constante pela casa — ainda que nunca aí se tenha vivido — ou a procura por manter uma relação com um lugar que talvez nunca experiencie como a minha família, é algo que muitas vezes contemplo.»

«Estes trabalhos são uma reflexão do sentido de casa, do que nos lembramos dela e do que muda cultural e fisicamente enquanto movimentos históricos, sociais e políticos que moldam o futuro. Através das minhas fotografias, lembro-me que este sentimento é experienciado colectivamente no mundo Árabe. Uma fotografia pode captar um lugar que conhecemos, e que pode não existir no futuro.»

Leave a Reply