«Partindo do conceito da terceira pele, desenvolveu-se um estudo em que o binómio Moda-Arte foi fundamental para as questões levantadas acerca da peça de vestuário e do objecto tridimensional artístico.»

«Esta miscigenação é reflexo da própria sociedade contemporânea, rompendo as fronteiras atuais e levando-nos a novos mundos e a novas esferas de criação.»

Através de uma abordagem cénica das peças criadas — esculturas vestíveis — e partindo de uma ideia de interface artística, Marita Moreno ensaia pensar a possibilidade da criação artística através de qualquer meio ou matéria, linguagem ou conceito.

«A subjectividade inerente a cada artista, a multiplicidade das experiências espaciais vividas por eles, os conceitos tratados assim como a articulação destes elementos, apresenta diversas possibilidades de abordagem à experimentação de diversos mecanismos, volumetrias e experiências espaciais híbridas e sensoriais.»

Eis-nos perante uma forma de criação contemporânea que poderá revelar-se excêntrica relativamente à dicotomização das figuras de comércio e arte, bem como à redução da moda à utilidade e aparência, avançando a possibilidade de modos de aparecer e habitar pelo corpo, que sugerem intrinsecamente uma outra pele.

Leave a Reply