Joel Faria, observador ávido e desenhador compulsivo, apresentar-nos-á, ao longo da exposição, diferentes séries de retratos que nos oferecerá ao olhar, renovando-as a cada semana.

«2016, Setembro. Um dia cheio de mensagens de aniversário deu início a um projecto que percorreu o quotidiano por 8 meses. Agradecer a todos com um retrato tornou-se um propósito sem prazo. Ao longo das semanas o desenho acontecia, em paralelo com outros projectos e trabalhos. Um dia deu nisto. Quase 600 retratos de agradecimento, sem briefing e orientações, senão a da gratidão».

Leave a Reply